Escolha o Amor

Saudações, amados! Você sabe, cada um de vocês nasceu neste tempo, neste Agora, para uma grande missão. Esta missão é para chegarem à verdade de quem vocês são, a grande verdade sobre a espécie humana.  

Vocês são sementes estelares. Sua espécie vem de civilizações muito além deste lugar, de eras antes do tempo. Você veio de um lugar de grande conhecimento e, por gerações, você vem jogando um jogo chamado “Eu me esqueci de quem eu realmente sou”.

Então, quem é você?

Bem, a verdade é que você é um poderoso ser espiritual multidimensional, que tem vindo vida após vida para jogar um jogo espiritual chamado de “vida humana agora”. E você veio nesta época para uma grande mudança – o fim de um ciclo enorme que representa 52.000 de seus anos e também o fim de um ciclo particular de 25.000 anos, com o qual vocês estão muito ligados nesta consciência – e para o início de um novo ciclo. 

O que é este novo ciclo? É a aceleração da frequência vibracional que abrange seu ser molecular, emocional e espiritual. Isto vai afetar não somente os humanos, mas também a própria Terra. Você e ela co-existem; vocês são interdependentes e partes de uma grande consciência. De fato, na verdade nada está separado. Vocês não estão separados um do outro. Você não está separado de nada, nem mesmo daquilo que você considera artificial ou inanimado. 

Então, vocês são de fato poderosos seres espirituais, mesmo que você não perceba isso com frequência. Você veio para fazer uma grande descoberta nesta vida, para conhecer, juntamente com cada célula de seu corpo e com cada fibra de seu ser, a grande verdade. Você pode chamar esta descoberta de iluminação ou superconsciência. Isso tudo significa que você estará vibrando em uma velocidade mais rápida. Isso também significa que você irá conhecer sua verdade. 

Evidentemente que ficaríamos felizes se você pudesse jogar fora as palavras iluminação ou superconsciência. Iluminação é simplesmente o resultado natural de amar totalmente cada faceta sua. Cada um de vocês se esforça muito para se tornar mais “espiritual”, para estar cada vez mais no caminho da iluminação, tudo isso pressupondo que você ainda não é íntegro. Mas, veja, a verdade é que você já é íntegro. Você já é aquilo pelo qual luta para se tornar. Isso está aí dentro. É parte da matéria de seu ser, porque a verdade maior é que você, em cada momento no Agora, é a expressão perfeita e eterna da Fonte. Esta é a sua Verdade. 

Você poderia dizer, “Se isso é verdade, como é que eu não me sinto desse jeito? Como é possível, se eu não sou um ser magnífico? Por que há sempre padrões recorrentes de sabotagem, de mágoa, de carência em minha vida? Como é isso, se eu não sinto esta verdade?”

Bem, você foi programado para acreditar que você não é bom o bastante, o suficiente. Você foi programado para existir na carência. Você foi programado para não conhecer o amor e, certamente, para não amar quem é. 

Vejam bem, meus amados, cada um de vocês nasceu em um lugar de disfunção, de um nível ou outro, e disfunção é simplesmente um outro nome para medo. Pelo fato de sua consciência não estar separada, o que você passa a conhecer desde o útero até seus primeiros seis ou nove anos é medo, invalidação e dor. 

Por volta de seus seis anos de vida, suas crenças e ideias sobre quem você é já estão consolidadas. Certamente, à medida que você cresce fisicamente e intelectualmente, várias dessas ideias e crenças podem mudar, mas o ponto principal aqui é que você passa a ser regulado emocionalmente pelo garotinho ou garotinha que vive dentro de seu peito e que não conhece a verdade. Então, quando você olhar para sua vida e notar como você recria e recria sempre o mesmo velho padrão, você já sabe o porquê. 

Nosso papel é te relembrar das verdades básicas sobre sua realidade. A principal, a mais importante de todas, é que você cria sua realidade, absolutamente. Não há exceções. Não existe esta coisa de coincidência. Não existem acidentes. Em algum nível, você cria isso tudo. 

Até que você alcance este conhecimento, você ficará parado como uma vítima da vida. Enquanto você for vítima do destino, do carma, das circunstâncias, do caos aleatório, você estará desempoderado. A partir do momento em que você se levantar e disser, “Eu sou responsável. Eu certamente criei tudo isso”, você estará no seu lugar de poder e de escolhas. 

Veja, se prestar atenção, você vai se dar conta de como cria sua própria realidade. Como você recria as mesmas histórias. Como você sabota sua vida. Como você faz escolhas baseadas em crenças erradas, de que você não é bom o bastante, de que é injustiçado, de que não é digno, de que não é merecedor. 

O modo como cria sua realidade tem como base suas crenças sobre quem você é e suas crenças sobre a realidade. É assim que você cria sua realidade percebida. Você pode dizer que seus pensamentos, ideias e crenças são como a casa em que mora, e que tudo acontece dentro desta estrutura de ideias, crenças e pensamentos. 

Suas estruturas, tanto a material quanto a não-física, são criadas da energia e energia é consciência. Você é um corpo de consciência, de consciência desperta. Esta energia que te abrange é eletromagnética por natureza. Você é um grande atrator, um grande magneto. 

Agora, o universo te dá suporte 100%, de tão poderoso que você é. Portanto, aquilo em que você acreditar, vai ocorrer. Isso é o que você percebe como realidade. Não é nem um pouco a realidade do todo, no sentido mais amplo, mas aquilo que você percebe é a sua realidade. À medida que você muda suas percepções, você também muda sua realidade. É assim que funciona. 

Um outro componente muito poderoso na criação de sua realidade é sua emoção – e-moção, energia em movimento. Você pode dizer que a emoção se conecta às ideias, aos pensamentos e crenças, e o universo a abastece. Semelhante atrai semelhante de todas as formas, não somente nas manifestações físicas em sua vida, mas também nas experiências emocionais. 

A maior parte de vocês vem de um estado de carência em suas vidas. Nunca há o suficiente, seja amor ou dinheiro, um emprego novo, mais diversão, uma casa nova. Quando você não os tem, além de suas ideias e crenças sobre quem você é e sobre o que você merece, você fica focado no que não tem e é isto o que você cria. Esta é a frequência de sua criação. Semelhante atrai semelhante. Isso faz sentido para você?

Permita-nos voltarmos aqui para o coeficiente emocional, pelo fato de ser a força diretriz de sua vida. A maioria de suas crenças sobre a realidade são tão partes de quem você é que você nem se dá conta de que são apenas crenças. Você acha que tudo isso é realidade. Vocês todos acreditam que o sol irá nascer amanhã, e ele irá. Você sabia que todos vocês, coletivamente, criam uma padronização do tempo, de tão poderosos que são? Veja, cada consciência é ligada à consciência coletiva. É uma ressonância morfogenética que liga semelhante a semelhante. 

Ao nascer, você vem para uma família e essa família tem sua própria consciência, sua própria mitologia, suas próprias histórias, seu próprio jeito. É uma pequena bola de consciência. Sobre este campo de consciência está a consciência de sua cidade, dos grupos desta cidade, da religião, da fraternidade esportiva, dos negócios... Cada grupo tem seu próprio guarda-chuva de consciência, ligado por suas próprias crenças sobre realidade. Então, você tem um grupo de consciência maior chamado de país, e, acima disso, está a consciência chamada de sua raça, e sobre a raça você tem uma bola de consciência completa chamada “consciência humana”. E tudo isso, absolutamente tudo isso está interligado. 

Houve um tempo em seu mundo, de consciência interligada, em que as pessoas achavam que o mundo era plano. Ninguém refletia muito sobre esta crença. Era simplesmente uma realidade. Então, alguém surgiu com a ideia chocante de que o mundo era redondo e, você sabe, à medida que mais e mais pessoas passaram a acreditar nisso, esta consciência atingiu uma massa crítica e, então, o mundo inteiro “passou a saber” que o mundo era redondo. Conforme a consciência cresce e exponencialmente se expande, ela alcança a massa crítica e, assim, todo mundo é afetado, mesmo sem estar totalmente ciente disso. 

É do Agora que você cria o futuro que deseja. Então, quando você olha para seu mundo e para o que você cria, que tal perguntar, “Se eu não acreditasse nisso, como seria então? Se você, de qualquer forma, vai criar algo,que tal criá-lo conscientemente e também com amor, abundância, saúde, vigor e muita alegria. Isso lhe parece uma boa ideia? 

Bem, nós estamos de acordo e desejamos que você saiba que é merecedor de todas as maravilhas, simplesmente pelo fato de você existir. Você é, em cada Agora, a expressão perfeita e eterna de Deus/Deusa, Tudo-Que-É. Esta é a verdade. E isso deveria ser sua verdade, se você assim a desejar. 

Você sabe, a outra palavra para Deus/Deusa, Tudo-Que-É, é Amor. Nós não estamos falando aqui de algo romântico, da ideia-construto efêmera. Nós estamos falando de um poder tão imenso que é o alicerce dos multiversos. Amor é o que dá vida à estrutura atômica de seus corpos. O Amor está em tudo que você percebe. Não haveria existência sem Amor. Amor é o prana, as moléculas de energia que você troca a cada inspiração e a cada expiração. 

Amor é a sua verdade. Você é constituído de Amor. Tudo que não é Amor é uma ilusão, um equívoco trazido pela crença errônea de que vocês não são bons o bastante, porque se esqueceram que são deuses e deusas jogando o jogo chamado “vida humana agora”. 

Amor é o seu poder. Quando a gente diz que iluminação é o resultado natural de amar completamente cada faceta sua, nós não estamos falando superficialmente. O primeiro passo é assumir responsabilidade por sua própria criação, chamada de realidade. Ao assumir a responsabilidade, você estará no seu lugar de poder, de escolhas. “Eu escolho o amor”. 

Vejam bem, todos vocês vivem no medo. Medo é a polaridade do amor, e o medo é toda resposta emocional, toda reação emocional, que não seja amor. Não importa que nome você dê a isso. Você pode chamar de frustração, estresse, raiva, ciúmes, possessividade, desejo pelo poder, ganância, abuso. Tudo isso, absolutamente tudo isso que não é amor é simplesmente a manifestação do medo. 

Agora, o que acontece quando você está neste espaço do medo? Você tenta superá-lo, afastá-lo, dominá-lo, fugir, escondê-lo ou colocá-lo debaixo do tapete. Você foi ensinado a agir desta forma, para ser forte, para superar tudo. É parte de sua programação e, no entanto, isso não funciona. Nada disso funciona. Olhe para seu mundo. Não é exatamente um parque de amor, não é mesmo? Ele está aprendendo como escolher o amor. Tudo isso é sobre transformar sua vida, escolhendo o amor, sabendo como escolher o amor. 

Veja bem, você não pode transformar aquilo que não possui. Estas suas facetas consideradas inaceitáveis e julgadas negativamente, todas estas coisas escondidas, são o que comanda sua vida. Quando você as reconhece, você tem somente que acolhê-las para criar a transformação. É muito simples. Transformação é muito simples, é uma questão de ter as ferramentas, as receitas. Como é possível você amar aquilo que escondeu?

É aprendendo a ser seu próprio detetive. Não é tão difícil, se toda vez que você se encontrar em um julgamento negativo sobre algo externo, você disser, “Aha, há algo aqui para considerar.”

Como é isso? Bem, cada um de vocês é o sol central de seu próprio universo. Não há nada externo, exceto um espelho refletindo de volta para te mostrar quem você é e onde você está, em cada momento Agora. 

Também não é para dizer, “Bem, eu vi um homem batendo em seu cachorro e eu sei que deve haver uma reflexão a fazer aqui, mas eu nunca, jamais bati em meu cachorro”. Não funciona desse jeito. A reflexão é sobre a reação emocional. Qualquer resposta, qualquer reação emocional que não seja amor, é uma resposta baseada no medo. 

Então, quando você presenciar um abuso e ficar explodindo de raiva, qual é o medo aí? Se você se sentir para baixo com isso, então é o medo da impotência, da falta de poder. Você se identifica com a pequena criatura abusada, porque cada um de vocês conhece abuso. Nós nem estamos falando de bater, mas vocês todos conhecem o abuso em algum nível. E, então, quando presencia algum ser indefeso e impotente ser ferido, você entra nesta reação. 

Agora, a reação de raiva não é uma reação de um ser adulto, racional. É a reação de uma criança ferida, a criança que foi consolidadaem seu peito quando você tinha por volta de seis anos de idade. O nome deste pequeno ser que vive dentro de seu peito é medo. Por toda sua vida você tem fugido dele, invalidado e tentado superar este medo porque te ensinaram que era desse jeito que se lidava com ele. 

Mas, você sabe, o medo é apenas uma criança abandonada. Tudo que essa criança deseja é ser levada para seus braços, ser acolhida no seu peito e ouvir o quanto é amada. Como nós já mencionamos antes, estenda seus braços e junte esta criança a você e diga, “Amada do meu coração, não tenha medo. Eu nunca vou te deixar. Eu te amo absolutamente. Nós estamos juntos para sempre, você e eu, neste universo seguro e maravilhoso e juntos estamos indo para casa.”

Se você segurar este pequeno ser em seus braços até sentir o calor e o carinho se espalharem por seu corpo, algo mágico ocorre. Você criou o milagre da transmutação porque você está centrado, seus centros de energia estão abertos e agora você está pronto para fazer a próxima escolha criativa de forma maravilhosa. 

Transformação, ou transmutação, não é uma questão de intelecto. Se você pudesse transformar somente pelo seu intelecto, seu mundo seria um lugar muito diferente. O intelecto não faz, não pode fazer isto. O intelecto foi projetado para ser um servo de seu coração, para implementar a alegria de seu coração. O caminho para a transformação é pelo acolhimento, ao amar totalmente a pequena menina, ou o pequeno garoto, que vive dentro de seu peito, que deseja somente o incondicional e verdadeiro amor. 

Importante também lidar com o desgosto, a decepção, o coração partido. É o coração partido que causa doenças. Seus corpos foram projetados para durar centenas de anos. Em outras civilizações além deste mundo, eles de fato duram centenas de anos. Seus corpos não se desgastam. 

Quando você não lida com as questões emocionais, com seu coração partido e com o medo em que vive, então a energia e-moção – energia em movimento – não se alinha. Ela fica bloqueada pelo julgamento negativo sobre quem você é e não é capaz de fluir por seu corpo e, assim, fica estocada em sua estrutura celular. Isso é o seu corpo dizendo, “Pare. Há algo aqui para resolver”. Quando você não trata, isso se torna maior, e maior, e maior até que seu corpo desiste completamente e você parte para uma outra aventura. 

É claro que a morte é somente uma ilusão. Você tem vivido milhares de encarnações no que chama de vidas passadas e vidas futuras, todas elas ocorrendo simultaneamente porque, fora deste contínuo espaço-tempo, não há tempo. Você é tão grandiosamente multidimensional que existe em todas as dimensões ou reinos, até mesmo naquele que você denomina de reino angélico, no próprio vazio da Criação.

Se você quer guias e anjos, olhe dentro de si. Você é absolutamente e totalmente conectado com seu próprio ser angélico, com seu ser de luz. Você não está separado. É você que tem o poder. É você que tem o conhecimento. É você que é o ser espiritual, poderoso e eterno. Você. E o seu poder, sua verdade, é amor. 

Isso tudo se trata de, realmente, ser capaz de escolher ter mais amor, mais alegria, mais diversão, mais riso, mais admiração, mais beleza, mais harmonia, mais paz, mais tranquilidade, em sua vida diária. Amar completamente cada faceta sua é tudo o que tem a ver com iluminação. 

Nada disso é sobre ser bom. É sobre ser a sua verdade. Não há ninguém para te julgar. Vocês são deuses e deusas jogando este jogo. Não há um Deus sentado em uma nuvem lá em cima, com um livro na mão, dizendo, “Oh, muito ruim. Escolha errada.”

Você nunca fez escolha errada e nunca tomou uma decisão errada, jamais. Você fez algumas escolhas baseadas na sua própria energia de Deus/Deusa, e você fez outras escolhas vindas do pequeno ser amedrontado que vive dentro de seu peito, que não sabe que você é verdadeiramente uma entidade espiritual poderosa, grande e maravilhosa. 

Vocês são isso, meus queridos. Todo o conhecimento está aí dentro. Você não existe separado do que chama de Deus/Deusa, Tudo-Que-É. Você não está separado do seu ser de luz, da energia de sua alma. Essa energia da alma pode ser comparada a uma grande escada dourada, ou fio, que existe pela eternidade. Este é você, e você é único. Você de fato é um tom, uma frequência vibracional com som e cor, único, reconhecido pelos multiversos, a mais bela joia na coroa da divindade. 

Maravilhoso isso, não é mesmo?

Namaste

 






 Light Source P'taah©2000-2019